Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café em Grão

Volto...

10.06.07

Mafalda Veiga - Lume





"Liberta o grito que trazes dentro
E a coragem e o amor
Mesmo que seja só um momento
Mesmo que traga alguma dor
Só isso faz brilhar o lume
Que hás-de levar até ao fim
E esse lume já ninguém pode
Nunca apagar dentro de ti"




Volto de novo a escrever aqui neste meu cantinho! Eu vou...eu volto...eu despeço-me...mas volto sempre!
A saudade deste meu cantinho tem-me feito cá voltar diáriamente e ficar a admirar horas sem fim o que tanto escrevi em ano e meio da minha vida! Tanta coisa...
A vida mudou imenso para mim, recentemente a morar sozinho, tenho aprendido a lidar com a maldita solidão, aquela que eu tanto detesto, no entanto a mesma solidão que dizem por vezes fazer bem... Aos poucos habituo-me!
Decidi voltar a escrever aqui, no entanto não posso prometer que escreva regularmente, nem sempre tenho acesso à net, o trabalho também me tem ocupado imenso tempo, não poderei cá vir tantas vezes como desejaria!


Atravesso uma fase boa a nivel pessoal, deixando o tempo falar por si numa amizade que no passado foi paixão, uma paixão que fez imensas lágrimas rolar, mas que hoje a assumo como amor, um grande amor!
Sete meses depois, o reencontro foi inesperado...pensei que serviria para reatar a amizade, pensei estar preparado para revêr o mesmo olhar que muito me fez sonhar no entanto o reencontro proporcionado por mim apenas serviu para ter certeza que sete meses apenas serviram para adormecer o sentimento que existia, o nosso reencontro serviu para que pela primeira vez te pudesse falar de amor, na sua forma mais sincera!
Amo-te...
Sinto que cresci desde então, sinto que saberei lidar com esta situação toda de uma forma bem diferente! Sei que a calma que ambos estamos a ter, servirá para termos noção que tanto pode dar certo como não! Eu sinto-me preparado, mesmo sabendo, mesmo tendo a certeza que é amor o que sinto dentro de mim, por ti...olhar azul!


Olho à minha volta e vejo imensas relações de amizade que construi sem uma boa base a desmoronarem-se de dia para dia, sinto que mais nada posso fazer, sinto que o que tinha a fazer já o fiz...Estou a ser egoísta, mas cada vez menos acredito nessa história de amizade! As pessoas são amigas enquanto existem segundas intenções, depois disso somos descartáveis e ignorados. Vacinaram-me no passado, mas continuo a desiludir-me!


Hoje penso muito mais em mim, penso no meu cantinho, no meu sossego, penso também na minha familia, nos meus verdadeiros amigos, hoje também penso de novo no amor!
Hoje sei que amanhã tudo pode mudar, mas vivo sobretudo o agora sem pensar muito no que pode acontecer...
Eu voltei...
Gaybriel





26 comentários

Comentar post

Pág. 1/3