Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café em Grão

Very busy...

Já se tornou um hábito as minhas ausências por aqui…mas o que posso eu fazer?


Fugiu-me a inspiração? Mais ao menos…


O que é certo é que saio de casa cedo para trabalhar, quando volto tenho de tratar do jantar (fast food) e ainda tratar da Necas e como gosto de ter tudo arrumado, tento antes de dormir dar um jeito no que entretanto desarrumei. Ou seja, o tempo torna-se limitado para me poder sentar frente ao computador que chega a passar dias desligado.


Aos fins-de-semana, apesar de não trabalhar aproveito para namorar um pouco e estar com os meus amigos. Outras vezes, com o Peter Pan, acabamos por ir ver lojas de decoração já que ando entretido a dar alguma côr às divisões do meu lar…e já só me falta a sala!!!


Por estes dias festejou-se o dia dos namorados, confesso que foi a primeira vez na vida que poderia dizer que o dia me era dedicado também, no entanto acabei por passar o serão sozinho em casa e com uma valente dor de dentes…um modo deveras original para marcar o dia em si. Quanto ao meu Peter Pan chegou muito tarde do trabalho e viu-se impedido de sair de casa…. Valeu-nos o telemóvel para matar as saudades e trocar carinhos!


A vida mudou em muito, obrigações a que não estava habituado surgiram de repente agora tenho que as aguentar de modo que serão cada vez mais notórias as minhas ausências. Por mais que prometa a mim mesmo actualizar este meu cantinho mais amiúde o que é certo é que não consigo cumprir. Assim voltarei quando achar que posso, quando a inspiração não se dissipar com os afazeres diários de uma vida que se torna cada vez mais ocupada.


No entanto não me queixo da vida que tenho, a vida que escolhi para mim…


Cada vez mais me capacito que os nossos, os meus problemas, aqueles que muitas vezes me tiram o sono em nada têm em comum com os problemas de muita gente.


Deixo agora um vídeo…Sem dúvida uma lição de vida e moral.


 


“Nunca digas que não encontras uma saída para os obstáculos que te surgem durante a tua caminhada pela vida fora… Há sempre uma maneira de os ultrapassar, quando muito contornar.”


 



 


 


Gaybriel

7 comentários

Comentar post