Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café em Grão

Uma história longe de...

 




-Bem tenho de ir dormir, está na hora.
Pouco passavam das 23 horas da noite, mas foi assim que André se despediu de mim. Estávamos na Internet, usando as novas tecnologias que o mundo virtual nos pode oferecer, tão longe um do outro, mas tão perto quando se liga um micro e uma câmara.
-Ok rapaz, vai lá dormir,eu também já vou. (Respondi eu)
-Beijo
-Beijo grande para ti também, adoro-te.
Desliguei o computador, vesti o pijama, preparei a minha cama, e logo me deitei.
Enquanto tentava adormecer, ouvia as batidas do meu coração, feito música, melodia rara,batidas descompassadas num coração apaixonado!
De repente…sinto passos no meu quarto!
Mas quem será? Está tudo a dormir...
O meu corpo estremece, medo, sim estou com medo.
Queria gritar, mas não podia, queria mexer-me mas sentia-me imobilizado!
Nisso sinto aproximarem-se de mim!
-Gaybriel, sou eu...
Sou evadido, por um medo incontrolável, as palavras atropelam-se, mas não se fazem ouvir! Apenas um murmúrio...
-Quem és tu?
Nisso sinto um rosto quente na minha face,um beijo,um carinho!
-Sou eu Gaybriel, o André!
-Quem?
No mesmo instante, apenas sinto o mesmo vulto a aproximar-se ainda mais de mim, a encostar os lábios dele nos meus.




Não consigo controlar o corpo, continuo a tremer, mas o medo, esse foi-se!
Deixei-me embalar naquele doce beijo, ao mesmo tempo que me apercebia que o mesmo André que estava a falar comigo virtualmente, a minha paixão de sempre estava ali ao meu lado.
Enquanto beijava, as lágrimas rolavam-me pela face, feito corrente de um rio que ninguém pode controlar!
-Porque choras Gaybriel?
-Abraça-te a mim, com toda a tua força.
Fiquei ali, abraçado ao meu anjo, sim estava com o meu anjo...




-Não chores mais, agora estou mais perto de ti,vim embora, deixei tudo para trás! É aqui que eu quero estar, à tua beira,no conforto dos teus braços!
-Mas...
-Eu nunca te disse Gaybriel, mas desde o primeiro minuto que prendi o meu coração ao teu olhar, adoro-te muito.
Senti-me o homem mais feliz do mundo,as palavras que sempre esperei ouvir!
-Também te adoro muito meu anjo, quero ser tudo para ti, amigo, amante, companheiro.deixa-me aconchegar nessas tuas asas, deixa-me ser o motivo da tua felicidade!
Deitei a minha cabeça no peito dele, agora enquanto adormecia, ouvia as batidas do coração que não era meu, mas sim do André.
Entre suspiros apenas disse:
-Adoro-te muito meu anjo...




De manhã cedo sou acordado pelo telemóvel, o despertador!
Abro os olhos, observo em volta...que vazio!!!
Tudo não passou de um sonho.
Mais um sonho na minha vida!!!




Gaybriel...

42 comentários

Comentar post

Pág. 1/5