Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café em Grão

Tanto de mim...

20.02.16

Quando descobri estas palavras de Raul Minh'Alma, julguei que ele me conhecia de algum lado, pois sinto-as como minhas, uma das melhores definições em que alguma vez me revi.
Tanto de mim nestas breves palavras...
Carlos
ansioso.jpeg

"Penso demasiado em tudo. Se fiz bem, se fiz mal, se devia ou não, se podia ou não. Penso em tudo, até no mais insignificante pormenor do qual ninguém quer saber. Mas eu penso nele, e eu sofro por causa dele. Precisava de um botão milagroso que desligasse isto em mim e eu pudesse sentir alguma paz. Invejo os descontraídos e despreocupados. Quem me dera ser assim, mas não consigo. O problema ainda não chegou mas eu já sofro com ele. Sofro até com a hipótese remota desse problema. Talvez seja porque vivo tudo intensamente, sinto tudo profundamente, o mau, mas também o bom. Não conheço meios-termos ou formas leves e superficiais de sentir e viver. O meu coração pode estar sempre em sobressalto, mas pelo menos está sempre vivo."

                                                                                                                                        Um texto de Raul Minh'alma

8 comentários

Comentar post