Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café em Grão

Rotina...I


 


Eram 7h da manhã quando me levantei para ir trabalhar, a rotina é sempre a mesma, nada muda, o toque do telemóvel interrompe sempre um dos maiores prazeres que eu conheço…dormir, adoro dormir!

Levantei-me e enquanto ainda abria os olhos abeirei-me da janela, olhei o tempo lá fora e apercebi-me que estava nublado, pensei, finalmente o Outono chegou...que bom! É que adoro o aproximar do Inverno, adoro a chuva, adoro o vento, a trovoada e pensei que iria chover! Enganei-me, só anunciam chuva a partir de domingo.

É tão bela a natureza, o que ela nos oferece e nem por isso sabemos tirar partido disso, as estações do ano cada vez mais estão descontroladas, no entanto há que saber aproveitar. Nem sempre chuva, mas também nem sempre o sol.

Saí do quarto e olhei a cama imensa… Até quando terei de acordar sozinho?

Faz dois anos e meio que moro sozinho, era um sonho que nunca pensei em realizar e hoje, com o sonho realizado, outros sonhos apareceram, outras metas se criaram…e a principal, ter o meu namorado comigo aqui, a partilhar o meu espaço, o nosso refúgio, esta cama imensa, o nosso ninho de amor. Estará para breve? Parece que sim…

Eu e o Peter Pan namoramos há mais de dois anos, sempre foi o nosso sonho morar juntos, de resto já temos essa experiência, pelas férias que passamos juntos, pelos fins-de-semana a dois e ambos acreditamos que será possível. Apesar dos feitios que se chocam ligeiramente, sabemos bem contornar as situações e continuar a olhar em frente.

Um dia já não estarei sozinho a olhar a paisagem, o tempo lá fora, a ver televisão, a jantar…um dia estaremos bem juntinhos e felizes.

Porta fora, peguei no carro e dirigi-me ao meu trabalho, há seis anos que a minha rotina é esta, e no próprio serviço outras rotinas se criaram, desde sempre fui muito metódico no meu trabalho, as tarefas estão bem divididas e sempre gostei da máxima, “ não deixes para amanhã, o que podes fazer hoje!”. É certo que nem tudo é positivo, chegar ao escritório e começar logo pela manhã a ouvir as reclamações dos colegas ou dos clientes dá desde cedo uma enorme vontade de fugir dali, mas nunca estamos contentes com alguma coisa e quando fui promovido disseram-me que nem tudo iria ser fácil, já sabia que teria de aturar a má educação dos clientes e a má disposição de alguns colegas.

Apesar de ter saído de casa da minha mãe tem mais de dois anos, mãe há só uma e não há comida como a dela, assim por volta da meia hora, saio do serviço e passo lá em casa para estar um bocado com a família e almoçar.


(continua...)


 


Gaybriel

3 comentários

Comentar post