Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café em Grão

Que seca...domingos!

23.04.06


 

Este fim-de-semana tive a minha dose de divertimento, mas acreditem ou não morro de tédio por ter de passar os domingos enfiado em casa! Incrível…

Apesar de estar bem melhor, mais bem animado, mais seguro… estando sozinho só me consigo lembrar do que aconteceu, não consigo desviar o pensamento, nem a ver televisão eu me distraio! Depois começam a bater as saudades…surgem sempre aqueles sentimentos que fazem doer!

Tirem-me de casa...

Nem me atrevo a mandar alguma mensagem que seja a algum amigo ou amiga minha, isto porque ou estão a namorar e automaticamente entro para a lista negra, ou estão a trabalhar, ou e porque a noite foi longa estão a dormir a sesta!

Bem que me podia deitar também e dormir um pouco...não consigo!!!

Detesto domingos…

Será que se eu arranjar algum part-time isto passará?

Vou começar a pensar nisso…

Acho que vou aceitar o convite para um cafezinho logo à noite, afinal tenho mesmo que aproveitar e sair de casa…

Deixo-vos agora com mais um escrito meu que data de 20 de Setembro de 2005!

 

Sentimentos que fazem doer…

 

Porque somos nós obrigados
A ter sentimentos que fazem doer?
Porque somos nós obrigados
A chorar para aliviar a dor?
Porque sentimos nós tristeza?
Porque sentimos nós a mágoa?
Porque sentimos nós a saudade?
Porquê lágrimas de dor? Porquê?
Lágrimas que escorrem pela face
Das quais ninguém esquece o seu sabor
Lágrimas de dor que os olhos brotam
E não se cansam de as fazer rolar
Lágrimas…
Lágrimas de dor…
Pela saudade que sentimos.
Lágrimas de dor…
Pelo amor que perdemos.
Lágrimas de dor …
Por alguém que partiu.
Lágrimas de dor…
Pela tristeza enraizada.
Lágrimas de dor…
Por um “Adeus” dito para sempre.
Lágrimas de dor…
Lágrimas de desespero…
Lágrimas e mais lágrimas…
Sentimentos que matam,
Corroem…
Sentimentos que existem
Teimam em fazer-nos sofrer
Sentimentos que dilaceram…
Porque sentimos nós
Sentimentos que fazem doer?

          

16 comentários

Comentar post

Pág. 1/2