Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café em Grão

Insónias

05.08.16

tumblr_lytzqz28bU1qa4yxno1_500_large.jpg

Olhei a cama enorme, recordei, fiquei parado a olhar, por instantes ainda era tudo tão real!
Apaguei a luz, a porta entreaberta deixava espreitar a luminosidade da vela no outro quarto.
Deixei-me ficar em silêncio, aquele mesmo silêncio que uso para cicatrizar as feridas da alma…
Não demorei a adormecer!
As noites não tem sido calmas, de insónias, de ansiedade e esta avizinhava-se estranha, os sonhos desfilaram abruptamente levando-me a acordar por entre eles!
Acordava, olhava para o meu lado e continuava sozinho, duas voltas na cama daquele quarto pequeno, mas que nestes momentos parece imenso, imenso de nada, apenas de recordações! Algumas delas tento apagar da memória, outras teimam em manter-se.
A última vez que me lembro de ter acordado seriam umas 5h da manhã, ainda não estavas ao meu lado! É então que ouço as chaves na porta de entrada…
Chegaste, já não estou sozinho, estou contigo, eu e tu, como sempre e para sempre!
Abracei-te, voltei a adormecer, acabaram-se as insónias, o medo e a ansiedade.
Amo-te.

Carlos

 

11 comentários

Comentar post

Pág. 1/2