Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café em Grão

Humor estúpido...

15.06.16

13407215_1145106192178308_2748619644675953387_n.jp

 Desde o fim-de-semana que ando para vir aqui escrever sobre um tema que tem andado na ordem do dia, só que entretanto meteu-se o concerto e depois disso a falta de tempo impediu-me de escrever sobre o massacre na discoteca em Orlando nos EUA.
No entanto de hoje não pode passar, até porque já li muita coisa nos jornais e nas redes sociais, mas o que soube hoje deixou-me assim, estupefacto ao constatar que o homem consegue ser tão estupido, tão medíocre, tão demente… Mas já lá vamos!
Para quem pensava que o auto proclamado estado islâmico não conseguia surpreender e que as ameaças que falavam em células adormecidas no mundo inteiro não passariam de pretensões à propaganda do medo…enganou-se redondamente! Eles não estavam a mentir e as “bestas”, às quais eles chamam de células não precisaram sequer de sair do país de origem para se converterem e concretizarem actos de terror que julgávamos impossíveis…até acontecerem!
Este fim-de-semana percebemos que quando e onde menos esperamos o terror espreita e espalha um banho de sangue em nome de um Deus qualquer, desta vez foi numa discoteca!
Uma “besta” armada até aos dentes desata a disparar no interior do espaço e matou cerca de 49 pessoas! Tudo se passou numa discoteca frequentada por homossexuais. De inicio julgou-se que a motivação seria  não gostar de ver dois homens aos beijos, homofobia portanto, mas segundo as informações mais recentes o assassino era cliente habitual do “Pulse” e tinha no telemóvel um programa de engate destinado à comunidade gay. Entretanto a motivação que mais peso tem ganho é o facto de ser um “combatente” do estado islâmico e a vontade destes em atingir os governos através da morte dos civis. E não é que estão a conseguir?
Agora eu pergunto…
Desta vez, já não surgiram nas redes sociais o tão famoso slogan, JE SUIS qualquer coisa, pois, porque será?
Nas tv’s, nos jornais, vezes sem conta, 50 gays morreram numa discoteca! E se fosse uma discoteca africana? Diriam negros? Ou num acampamento cigano, diriam ciganos?
Não vale a pena alongar-me mais, pois não?
Louvo a atitude do filho da Júlia Pinheiro, Rui Maria Pêgo, saíu do armário ao mesmo tempo que enxovalha todas as vozes que neste momento se calaram perante esta atrocidade.
No entanto, até posso aceitar o silêncio, se bem que as palavras ficam sempre bem em qualquer situação. Agora não posso aplaudir, não posso entender, não posso gostar do auto intitulado humorista Rui Sinel de Cordes, perito num humor ordinário, que afecta muita gente como a Sofia Ribeiro a ultima visada dele com uma piada muito seca sobre o cancro, não posso engolir e calar a revolta perante o post que ele fez no twiter …

19703590_bRQYM.jpeg

 


"Caro Rui, vai-te encher de moscas num deserto qualquer, onde te possamos realmente perder de vista, pois humoristas como tu não nos acrescentam nada, mas mesmo nada! Fazer rir não é assim. Ameaças desaparecer das redes sociais onde ainda nos acusas de não ter sentido de humor…força, ninguém vai sentir a tua falta!"

Carlos

19 comentários

Comentar post

Pág. 1/2