Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café em Grão

Foi notícia… Infanticídio.

25.02.16

30_06_2015__09_03_39162715c60a337fb7500221db58c9a0

 

Os dias vão passando e eu vou deixando esta notícia de lado, mas hoje, quero partilhar a minha opinião sobre o caso que chocou o país!
À altura dos factos, muitas notícias vieram a lume, entre as quais, a questão da violência doméstica sobre a qual já havia queixas e também o abuso sexual sobre menores! Ora a ser verdade a justiça não agiu a tempo porquê?
Porque a justiça em Portugal é tudo menos rápida e inteligente. Senão vejamos…
Hoje em dia os agressores continuam à solta aguardando julgamento e as vítimas de violência doméstica são que tem de fugir para parte incerta, longe do resto da família. Conheço casos assim.
Por isso é que o desespero se apodera destas mulheres e as levam a actos limites.
Apesar de não ter filhos, não entendo como se faz uma coisa destas, tentar matar-se com dois bebés que não podiam decidir se era essa suas vontades, mas consigo imaginar o desespero que lhe consumia! É preciso muito sangue frio ou uma cabeça bastante doente para agir assim.
Posso estar a ser injusto com as pobres crianças que pereceram no mar, mas tenho pena da mãe delas, pelo desespero, doente ou não, que não conseguiu terminar com a própria vida como queria e agora terá de pagar em consequência dos seus actos!
E correndo o risco de ser criticado, numa breve entrevista do pai a uma revista semanal que resolveu partilhar o vídeo da mesma, não sinto como verdadeiras as lágrimas daquele homem! Acredito sim, que a ser verdade, para sempre viverá com a dor de ter com os seus actos provocado indirectamente a morte das suas filhas!
E se a queixa de abuso sexual tiver fundamento, deveria pagar bem caro.
Com isto tudo, lamentavelmente duas crianças foram vitimas de uma mãe doente, um pai violento e uma justiça nada funcional!

Carlos

7 comentários

Comentar post