Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café em Grão

Foi notícia… Inês Castel-Branco

image.jpg

 

Quem viu a cerimónia de entrega dos globos de ouro que anualmente a Sic e a Caras realiza em directo a partir do Coliseu dos Recreios?
Não costumo ver a Sic, mas este espectáculo faço por não perder pelo simples facto de achar sempre interessante a entrega do prémio mérito e excelência. Anualmente homenageiam os grandes, os monstros da nossa cultura, os vivos, pois partilho da opinião que a melhor homenagem faz-se em vida e não depois de morrerem, quando já cá não estão para a receber! Este ano, mais uma vez o prémio de mérito e excelência foi bem entregue pelas mãos de Francisco Pinto Balsemão ao cantor romântico Marco Paulo. Quer queiramos, quer não, o cantor de “Eu tenho dois amores”, marcou a música Portuguesa com o seu talento.
Mas, este não é o assunto deste meu texto.
No decorrer da gala, assisti à entrega dos diversos prémios e fiquei particularmente estupefacto com a atitude de Inês Castel-Branco na entrega do globo de ouro para o melhor grupo musical. Ao entrar em palco, admirei o visual da actriz que ultimamente nos tem habituado a um corte curto, apresentou-se agora com o cabelo maior e com um vestido lindíssimo. No entanto tudo isto deixou de ter impacto perante a atitude da mesma na revelação do melhor grupo. Com um ar sisudo, parecia que estava a fazer um frete.
Naquele momento comentei com o meu gajo e até nos rimos, como é possível? Fiquei com a impressão que haveria algo que a preocupava, que levou para o palco um problema pessoal…
Sinceramente a atitude dela, naqueles dois minutos teve um impacto negativo em mim.
Mas, passei à frente e teria esquecido o assunto, não fosse na segunda-feira de manhã haver notícias de que o facebook dela estaria a ser bombardeado com opiniões negativas à mesma situação que eu próprio tinha visto e não tinha gostado. Bem, afinal não fui apenas eu a perceber que a actriz esteve mal, mas por causa disso, insulta-la no facebook, chama-la à atenção?! Alto aí… Exagerado não? Será que as pessoas não têm vida própria? Era escusado…
Depois disto a própria actriz respondeu à letra na própria página, escusado também, pois acabou por cair no ridículo. Ficar-lhe-ia bem assumir que sim, não foi a melhor prestação que teve e o deslize ser-lhe-ia perdoado. Mas não…e no fim eliminou a resposta!
Como sempre ouvi dizer, um impacto positivo chega a duas, três pessoas e logo se esquece, um negativo chega a muitos mais e perdura!

Carlos

9 comentários

Comentar post