Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café em Grão

Figuras tristes...

macaco esperto.jpg

Eu sei que todos nós em certos momentos da nossa vida já fizemos algumas figuras tristes, no entanto é sempre mais fácil falar dos outros do que de nós próprios!
Por estes dias, saía do trabalho e cruzei-me com uma vizinha da minha mãe.
A senhora, pelo que sei está a passar por um período conturbado a nível de saúde e é perceptível o estado quase depressivo da mesma. No entanto comecei a ficar assustado quando ao aproximar-me da senhora, a ouço a falar sozinha!
“Coitada, a fulana não está a lidar bem com a doença e as funções cognitivas estão a ficar afectadas!” – Pensei eu!
Devagarinho, chamei por ela! Assim que se vira, com um ar feliz, completamente desfasado do que me havia habituado desde que descobriu a doença é que percebo que estava de auricular no ouvido!
Sinceramente, um gajo preocupado, a pensar que o tico e o teco da senhora estavam a entrar em curto-circuito e no fim percebemos que anda a passear com o auricular no ouvido! Pelo menos estava feliz…
Como ela, as pessoas não imaginam as figuras que fazem e por vezes o tão alto que falam quando estão com esse acessório nas orelhas!
Hoje, mais uma…
O meu gajo foi buscar-me ao trabalho e viemos pela beira-mar até casa!
Ao passar num hipermercado aqui perto, apercebemo-nos de um carro que saia do estacionamento! Lá dentro apenas vimos um homem, talvez com os seus 40 anos, tudo normal, não estivesse o homem a bater palmas e a rir-se perdidamente!
“O homem estava a rir-se de quê?”
“E a bater palmas?!”
Comentamos um com o outro e desatamos a rir também.
Estaria o homem a falar em alta voz com alguém?
Talvez com a esposa e ficou feliz quando soube o que seria o jantar? Terá ganho o euromilhões? Terá poupado na conta do hipermercado?
Hum, nós não vimos, mas quase de certeza que deveria levar o filho no banco detrás e cantavam alegremente…
“Doidas, doidas andam as galinhas….”
E é assim, ao ponto que nós chegamos sem pensarmos na imagem pouco abonatória que estamos a passar!

Carlos

13 comentários

Comentar post

Pág. 1/2