Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café em Grão

Coffee Break com a... Marta!

03.08.16

daily-language-practice-8-ways-to-learn-a-language

E porque hoje é quarta, chegamos ao terceiro coffee break desta rubrica que criei! 
E a convidada desta semana é a Marta do blog O meu canto. Um blog onde escreve sobre tudo, realço a quantidade de entrevistas que consegue arranjar com diversos escritores partilhando-as connosco, um blog onde partilhou recentemente connosco uma grande perda, a qual lamenta até hoje. Curiosos? Leiam a entrevista até ao fim...
Obrigado Marta por sem demoras teres aceite o meu convite para um cafézinho... 

Nome?
Marta

Idade?
37 anos

Signo?
Sagitário

Comida favorita?
Bacalhau com natas 

Doce ou salgado?
Os dois, dependendo do momento

Frio ou quente? 
Morno!

Verão ou Inverno?
Verão, sem dúvida!
 
Viajarias para onde agora se pudesses?
Não sou muito dada a viagens! Já lá vai o tempo em que queria ir ao Brasil, ao Egipto, à Polinésia Francesa, a Paris, a Veneza. Agora, prefiro ficar por cá mesmo, e quanto mais perto melhor, dada a minha fobia a estradas, desde o dia do acidente que tivemos. Mas poderia ser para um sítio calmo, com clima ameno, e uma praia tranquila.

Sozinha ou acompanhada?
Ia com a minha filha, o marido e as bichanas!
 
Um medo?
Só um?! Tenho tantos :) De tudo o que é bichos, de trovoadas, de pontes...Mas talvez o meu maior medo seja mesmo que algo de mal possa acontecer à minha filha.

O que te faz sentir raiva?
Tanta coisa! Maus tratos a crianças,idosos e animais, aselhas na estrada que só fazem disparates, arrogância e mania de superioridade, funcionários públicos que quanto menos fazem, menos querem fazer, as injustiças.

Um defeito teu?
Sou muito, muito,muito teimosa!

Uma qualidade tua?
Dizem que sou uma pessoa paciente! Não me vejo assim! Talvez a simpatia ou a simplicidade.

Quais as pessoas mais importantes na tua vida?
A minha filha, os meus pais, o meu marido, o meu irmão e os meus sobrinhos.

Existe amor maior que o de uma mãe pela sua cria?
Não! Pelo menos para aquelas que são mães de verdade. O amor por um filho é incondicional, e transforma-nos completamente. 

Planeias ser mãe brevemente?
Nem por isso! Já tenho 3 filhas :) Uma humana e duas felinas!

Palavras ao vento é?
O blog do meu marido!

Como defines o André?
O André é o meu companheiro de todas as horas, romântico, lutador, ambicioso qb e aventureiro. Nesta relação, funcionamos mais ou menos assim, eu sou a razão, e ele o coração! É por isso que nos completamos :)

Qual a maior loucura que já fizeste por amor?
Não sou de cometer loucuras por amor

Lugar mais inusitado onde já fizeste amor?
Isso agora...

Maior vergonha na vida por que passaste?
Ter tido um ataque de pânico em plena estação de comboios! 
 
Maior arrependimento?
Não me costumo arrepender das coisas que faço, ou atitudes que tomo, porque todas elas me ensinaram alguma coisa, e me levaram até onde estou hoje. Penso que não há nada de que me arrependa, até agora.

Alguma vez foste traída ou traíste?
Sim. As duas coisas. Há muitos anos atrás!

Se visses uma traição no teu núcleo de amigos, denunciavas?
É sempre uma situação complicada de gerir, porque se denunciarmos, corremos o risco de não acreditarem em nós, e acharem que queremos destruir a relação. Se não denunciarmos, seremos acusados de saber de tudo e não fazer nada. Talvez alertasse a pessoa, ou a levasse, de forma indirecta, a ver ela própria aquilo que eu não queria dizer.
 
Algo obscuro sobre a tua personalidade?
Nem por isso!

Mudarias alguma coisa em ti, na tua personalidade e/ou corpo?
Neste momento, poderia pensar em algumas coisas que gostaria de mudar. Já houve uma altura em que não me sentia bem com o meu corpo, e acabei nas teias da anorexia. Nessa altura, era muito susceptível aos comentários dos outros. Com o passar dos anos e uma outra maturidade, deixei-me disso. Sou como sou e quem gostar de mim tem de me aceitar assim.
Na personalidade, gostava de não ser tão tímida, q

Escreves muito sobre livros e filmes, quais dos dois preferes?
Livros! 
É mais fácil encontrar um livro que me atraia, do que um filme. Sou muito esquisita no que toca a filmes, e há certos filmes que via antes, e que agora evito, pelas cenas chocantes que muitas vezes têm. Mas tem dias em que não me apetece nada ler, e só quero ver um bom filme na televisão, e outros em que prefiro desligar a TV, e dedicar-me à leitura. O que alguns filmes têm de bom (ou não) é que muitas vezes dãovida às histórias que lemos nos livros.

Qual a importância dos livros no teu dia-a-dia?
É uma forma de me abstrair do stress de um dia de trabalho, ou ocupar os momentos livres à noite ou aos fins-de-semana. Com eles consigo conhecer coisas novas, lugares, tradições. Por exemplo, quando li os romances de época, fiquei a saber como funcionava a sociedade britânica na altura, as regras de etiqueta, os pratos tradicionais da Escócia! Consigo entrar dentro da história, e num mundo completamente à parte daquele em que vivemos. 

Um livro de eleição? Porquê?
Não consigo escolher só um! Mas gosto muito dos livros da Sandra Brown. Não perco um. E posso eleger também o Júlia: Afinal, Existem Príncipes Encantados, porque a história se passa aqui na minha zona, e até tem uma personagem com o meu nome!

O filme da tua vida? Porquê?
Titanic! Foi o filme que mais me marcou, e já vi umas 6 ou 7 vezes. Pela tragédia verídica, e pelo romance fictício. Dentro do género, segue-se O Impossível, pelo drama daquela família. Foi impossível não pensar em mim e na minha filha.
Filme de animação: "Como treinares o teu dragão",  o 1 e o 2, pela amizade entre o Hiccup e o Desdentado, e porque nos lembra muito a nossa Tica! Saí da sala de cinema da sessão do 2º filme completamente lavada em lágrimas, e a chorar que nem uma perdida :)

A Tica deixou-vos, alguma vez conseguirão substitui-la?
Há uma frase que costumo dizer frequentemente quando falamos de gatos - "A Tica era a Tica!", e a minha filha até brinca comigo e continua "pois, e a Becas é a Becas, a Amora é a Amora, eu sou eu e tu és tu!". 
Mas é isso que eu sinto mesmo. A Becas é a nossa bandida, rufia, muito meiguinha também,e atrevida. A Amora é a nossa saltitona, é tão doce e meiguinha, e frágil que dá vontade de proteger. Tivemos muita sorte com as nossas bichanas. 
Mas, a Tica, era a Tica! Mesmo que consigamos ver semelhanças em alguns aspectos nas duas gatinhas, ela era única, e dava tudo para a ter de volta. Foram apenas 3 anos, mas muito intensos, e ela merecia mais. Nunca nenhuma outra a irá algum dia substituir. 

Blogs ou facebook?
Blogs! Foi onde comecei, e onde me sinto bem, a escrever os meus textos, a trocar opiniões, a conviver com os seguidores ainda que à distância, e de onde surgiram os projetos nos quais estou atualmente envolvida.

De onde vem a inspiração para escreveres no blog?
Do dia-a-dia, de coisas que acontecem, de notícias que vou ouvindo, de parvoíces, do meu estado de espírito no momento...

Resumidamente escreve um texto de incentivo para que as pessoas que não te conhecem visitem e comentem o teu espaço! 
Hum, não gosto muito de fazer publicidade e apelar ao voto! Mas, para todos aqueles que tiverem curiosidade em espreitar o meu cantinho, apareçam, que são muito bem vindos. E se, pelo caminho, quiserem deixar algum sinal da sua passagem, em forma de comentário, estejam à vontade! Mesmo que a vossa opinião ou ponto de vista seja diferente.
Por lá, como eu costumo dizer, irão encontrar uma "mixórdia de temáticas" que, no fundo, mostram aquilo que sou, quero e gosto de ser e fazer!

Mais uma vez obrigado, por este bocado Marta.
Felicidades para ti, para o André e para a filhota.

Carlos

7 comentários

Comentar post