Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café em Grão

Civismo de lixo...

30.05.16

bottles-87342_640.jpg

 Por estes dias, todos os anos fala-se do mesmo, diversas associações ambientais tem vindo a público falar da urgência em limpar as nossas praias os nossos mares!
Sou sincero, não me importaria de fazer parte de uma equipa de limpeza e sei que aqui a freguesia organizou um grupo para o efeito!
Todos sabemos que o mar, principalmente durante o inverno, atira para o areal o mais diverso lixo e para podermos usufruir da praia no Verão é preciso limpar. Mas antes disso…
Não seria melhor sensibilizar o ser humano para este flagelo, para que todos nós tomemos medidas e consciência para que não se acumule tanto lixo no oceano?!
Sim, eu sei, algum lixo infelizmente advém de embarcações que afundam, árvores que são levadas pelas correntes dos rios…mas a maioria do que se encontra é o homem que o lança ao mar!
Portanto, limpa-se o que os outros sujam! Vai ser sempre assim infelizmente!
Não é normal encontrarem-se calçados, sacos com lixo doméstico, espelhos, mobiliário no fundo do nosso oceano! Não percebo as garrafas de plástico e sacos que dão à costa todos os anos e em quantidades abismais… E pior, polui-se o oceano e aos poucos o ecossistema vai-se ressentindo! Isto é, falta de civismo!
Não me admira, pois na cidade vejo coisas piores!
Em tempos, aqui diante o prédio, vi um artista, conhecido, morador na freguesia, a lançar do carro para o pinhal um saco com lixo! Fiquei parvo…nunca pensei ver uma cena destas!
Outra situação que só demonstra a falta de educação das pessoas… Perto do meu local de trabalho existem três contentores para se fazer a divisão do lixo. Não é que hoje ao chegar apercebo-me da existência de um colchão encostado aos contentores?! Pior, com um ecoponto a um quilómetro de distância! Será que as pessoas desconhecem que as câmaras têm o serviço de levantamento ao domicílio de lixo com grandes dimensões?
Sei que este post não vai servir de nada, até porque só vai chegar a pessoas civilizadas, mas se calhar caberá a nós mesmos passar a mensagem aos outros para que a poluição, tenha ela a forma que for, seja erradicada. Se não for possível, pelo menos tentamos!

Carlos

13 comentários

Comentar post

Pág. 1/2