Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café em Grão

Aos meus amigos...

05.10.06


Hoje dedico este texto aos meus amigos, aqueles que tem sido incansáveis ao meu lado, apenas para me verem bem e de novo com um sorriso nos lábios! Aos poucos julgo conseguir…

Os amigos, quando verdadeiros nem sempre estão ao nosso lado apenas para darem razão a todas as nossas asneiras, mas também para nos puxarem as orelhas quando acham devido! Os amigos, não vem apenas com falinhas mansas para nos confortar, também trazem com eles uns quantos gritos para que possamos perceber qual o caminho mais correcto! Os amigos, estão do nosso lado para o bem, como também para o mal, jamais nos deixam sentir sozinhos e abandonados! Aos meus amigos eu agradeço a forma como me têm aturado estes últimos tempos…

Sei que tenho vivido num mundo à parte, onde não vos tenho deixado entrar! Numa esplanada, num jantar, no shopping, ao vosso lado, são diversas as vezes que deixo a vida real e me enfio no meu mundo, onde tudo é fantasia, onde tudo é fruto do meu imaginário! Por momentos o meu olhar, deixa-se fixar num ponto, dando a sensação que parei no tempo, na realidade estou no meu mundo!

O mundo que eu sonhei, que eu idealizei…

Aos poucos tento apagar em mim essa ideia, de que o que idealizamos podemos alcançar, ou o que sonhamos pode vir a ser realidade! Aos poucos esse mundo aparte que me acompanha começa a perder importância na minha vida, porque reconheço que príncipes encantados, amor, felicidade eterna só mesmo nos filmes ou em livros, romances! A vida real é bem diferente…

Talvez por tanto sonhar é que hoje saboreio a amargura da realidade para a qual acordei!

Sinto que aos poucos volto ao vosso convívio como antigamente, mas reconheço que ainda estou muito apegado a este meu mundo paralelo onde só eu entro, no entanto luto para me desprender dele, ao mesmo tempo que vejo que não me adianta de nada refugiar na história do “faz de conta”, do que poderia ter sido e não foi, do que poderá ser e não será!

Obrigado por me ajudarem amigos, têm estado do meu lado mesmo quando não me comporto como devido convosco!

Tem sido muito mais meus amigos, do que eu para convosco! Haverá alguma forma de vos recompensar?

Ok, ok eu prometo não pegar mais em nenhuma garrafa de vinho tinto… (só vocês entenderão a piada!)

A vocês, muito obrigado!

O Olhar de Gaybriel!

20 comentários

Comentar post

Pág. 1/2