Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café em Grão

A semana em revista...

images.jpg

Isto de ficar uma semana sem aqui vir e num período fértil de acontecimentos que merecem a minha atenção é uma chatice.
Prometi a mim mesmo em dia de folga não pensar no trabalho, ora se não penso nele, também não poderei escrever sobre o mesmo…mas que está impossível, lá isso está!
O início da semana ficou marcado pelo último jogo da fase de grupos que opôs Portugal a Hungria neste Europeu que decorre em França. Depois de dois empates, ganhar era importante para a qualificação, se bem que mais um empate nos garantia a passagem aos quartos-de-final. E Portugal o que fez? Ora nem mais, empatou novamente…
Hoje defronta a Croácia, mas, serei só eu a não acreditar na continuação de Portugal neste Euro?
Até temos uma boa equipa, mas os outros são sempre bem melhores… Espero estar enganado e dar razão ao treinador que diz regressar a Portugal apenas depois da grande final!
Por falar em futebol, isto é que eu me ri com a reacção do Cristiano Ronaldo perante um jornalista da CMTV.
Aquele lançar do micro ao lago vai ficar para a história. Esperamos que a eficácia com que tirou o micro ao jornalista e o lançou ao lago, a ganhe nos pés e marque meia dúzia de golos logo à noite! Sinceramente achei piada à situação, no entanto reconheço que foi um pouco exagerada. Se não queria falar, seguia caminho, ignorava, no entanto tamanhas as mentiras que aquele jornal escreve sobre o jogador, levariam qualquer um ao limite!
Para terminar a semana, o resultado do referendo no Reino Unido que ditou a saída do mesmo da Europa dos 28.
Eu sou daqueles que sempre achei que deveriam sair e atrás deles outros tantos, a Europa precisa de um abanão sério para que as politicas e as formas de gerir sejam reformuladas. Estamos inseridos num grupo onde apenas um é que manda e mais dois ou três são chamados a opinar…e os outros? Não deveriam ser todos a mandar, a decidir?
A Europa há muito que se encontra em estado grave, entrou num estado crítico com o Brexit…ou se consegue inverter a situação ou entrará num coma irreversível.
Segundo Paulo Portas, este diz que não é o fim… mas sim o princípio do principio do fim!

Carlos

12 comentários

Comentar post

Pág. 1/2